ABOZ - Associação Brasileira de Ozonioterapia

Este site foi desenvolvido para funcionar apenas com javascript habilitado!

Por questões de segurança e usabilidade, este site foi desenvolvido para funcionar apenas com javascript habilitado.

Se quiser continuar, ative o uso de javascript no seu navegador e atualize esta página.

Possui dúvidas? Entre em contato conosco!

Equipe ABOZ!

×

O evento não está disponível para inscrições a partir da área do conhecimento selecionada.

Você pode solicitar acesso VIP ao evento, dessa forma a inscrição estará disponível para qualquer área do conhecimento, entre em contato.

Caso já tenha solicitado acesso VIP, efetue o seu login e se inscreva! ;)

×

Este curso/evento não está disponível para estudantes! ;)

Em caso de dúvidas entre em contato conosco:

PagSeguro

PagSeguro é a solução do UOL para pagamentos online, que garante a segurança de quem compra e de quem vende na web. Quem compra com PagSeguro tem a garantia de produto ou serviço entregue ou seu dinheiro de volta. Quem vende com PagSeguro fica livre de fraudes e perdas em vendas online.

PayPal

PayPal é a maneira mais rápida e segura de pagar online com a segurança garantida dos seus dados. O PayPal é uma das plataformas mais utilizadas no mundo para transação com cartões.

Boleto Bancário

Para pagamentos no Brasil, com vencimento para três dias úteis. Sua afiliação/participação em evento será liberada após o pagamento do boleto.

Depósito Bancário

Para depósitos feitos no Brasil. Após a transação o depositante deverá enviar o comprovante para a ABOZ e sua afiliação/participação em evento será liberada após a confirmação pela ABOZ.

Biblioteca

The Effect of Ozone on Colonic Epithelial Cells.

O efeito do ozônio nas células epiteliais do cólon.

Tipo de estudo: experimental, controlado por placebo.
Resumo: O ozônio está sendo usado para o tratamento de doenças como a doença inflamatória intestinal em alguns países europeus. A administração intraretal de gás ozono tem sido aplicada no tratamento de várias doenças, tais como enterite infecciosa, colite ulcerativa, doença de Crohn e fístulas, enterocolite isquêmica, doenças alérgicas, doenças autoimunes e câncer. Preocupações têm sido levantadas que este regime terapêutico usando ozônio, que certamente possui toxicidade dependente da oxidação, pode ter um efeito prejudicial nos tecidos intestinais. Para resolver este problema, a análise de microarray de DNA foi inicialmente empregada para avaliar de forma abrangente as vias moleculares induzidas pela exposição ao ozônio. No estudo com camundongos, foi realizado enema usando polietilenoglicol a 50% para remover o conteúdo intestinal, após realizado a administração intraretal de ozônio (5 ml de ozono gasoso a 20 μg/ml) em 10 segundos. A administração intraretal de gás ozônio, embora induza dano celular em células epiteliais do cólon, é insuficiente para induzir o dano letal no cólon. No entanto, as células danificadas foram rapidamente expelidas da camada epitelial e pareciam estimular imediatamente a renovação da camada epitelial no cólon. Portanto, é possível que o gás ozônio seja capaz de desencadear a regeneração rápida induzido por dano das células epiteliais intestinais, e que isso explica por que o ozônio não causa danos prejudiciais ou persistentes no cólon. Portanto, é possível que a administração intraretal de gás ozônio possa ser aplicável a pacientes com colite infecciosa resistente a terapias convencionais.
Download

Autor: Himuro, H.

Revista: Kurume Medical Journal, vol. 64, N.º 4, páginas 75-81. Aceito em Nov/2017 e publicado em Mai/2018.