ABOZ - Associação Brasileira de Ozonioterapia
ABOZ no Facebook ABOZ no Instagram

Notícias

Estudo em grupo capacita profissionais de saúde para a prática da ozonioterapia

Estudo em grupo capacita profissionais

de saúde para a prática da ozonioterapia

 

Médicos, enfermeiros, biomédicos, fisioterapeutas, farmacêuticos e dentistas que quiserem aprender sobre ozonioterapia e suas aplicações terão uma oportunidade nos próximos dias 15 e 16 de junho. É que a Associação Brasileira de Ozonioterapia (Aboz), em parceria com a Faculdade do Centro Oeste Paulista (FACOP), instituição reconhecida pelo MEC, estarão promovendo um Grupo de Estudos sobre a técnica, inclusive com ensinamentos práticos.

 

A ozonioterapia pode envolver muitos profissionais da área da saúde – inclusive da medicina veterinária -, principalmente na operacionalização da técnica que tem um vasto campo de indicações. Com propriedades anti-inflamatórias e antissépticas, também promove a modulação do estresse oxidativo e a melhora da circulação periférica e da oxigenação, podendo atuar como complementação no tratamento de patologias diversas. Confira:

 

  • Ajuda a combater tumores
  • Reduz os efeitos colaterais da Radioterapia e da Quimioterapia
  • Melhora os problemas circulatórios
  • Atua no combate a doenças virais, como hepatite e herpes
  • Trata feridas de origem vascular, arterial ou venosas, úlceras diabéticas e por insuficiência arterial
  • Melhora queimaduras de diversos tipos.
  • Auxilia no tratamento das hérnias de disco, protrusão discal e dores lombares.
  • Combate as dores articulares decorrentes de inflamações crônicas
  • Auxilia no tratamento das colites e outras inflamações intestinais crônicas
  • Atua nas condições e doenças de idosos
  • Promove imunoativação geral

 

Eficácia do ozônio

 

O ozônio (O3) é um gás que forma-se quando as moléculas de oxigênio (O2) se rompem e logo se recompõem a oxigênio (O2), já que é um gás reativo e instável, se recompondo rapidamente. Pode ser formado naturalmente, pela ação dos raios UV ou pelos geradores de ozônio. O gás ozônio é nocivo apenas para as vias respiratórias.

 

É um dos oxidantes naturais mais potentes com importantes propriedades bactericidas, fungicidas e antivirais, sendo um poderoso germicida. O chamado ozônio medicinal é usado como terapia complementar, junto com medicamentos. O que determina sua eficácia é a frequência da aplicação das doses, a utilização adequada e o estado do paciente.

 

A terapia com ozônio aumenta a oxigenação tecidual e pode ser feita por vias diversas: intramuscular; intradiscal; subcutânea; intracavitária (espaços peritonial e pleural); intravaginal; intrauretral e vesical e ainda na auto-hemoterapia ozonizada, que consiste em ozonizar o sangue reaplicá-lo por via intramuscular no próprio paciente.

 

O grupo de estudos

 

Com o compromisso de difundir e garantir a utilização segura e correta da ozonioterapia, a Aboz e a Facop apostam na formação de profissionais nas suas áreas de atuação.  O grupo de estudos não está aberto a estudantes. Os encontros acontecerão no sábado, dia 15/6, das 9h às 18h, e domingo, dia 16/6, das 9h às 17h, no Jardim Cordeiro.

Para insrições entre no link.

https://www.aboz.org.br/cursos-eventos/estudo-em-grupo-em-ozonioterapia-aulas-praticas-15-e-16-06-2019-reconhecido-pelo-mec/61/

Ler Outras Notícias
Voltar ao topo